Telefone
São Paulo (11) 3191-5000
Ribeirão Preto (16) 3441-1189

A OMA na mídia

Como lavar verduras, frutas e vegetais

O costume de lavar verduras, frutas e vegetais é importante para eliminar
fragmentos de terra, animais e micro-organismos. Nos dias de hoje, essa prática também é importante para diminuir a quantidade de agrotóxicos presentes nos alimentos. Mas nem sempre esse processo é feito da forma mais adequada.

Como lavar as verduras corretamente?

Antes de aplicar qualquer agente de limpeza no alimento a ser descontaminado, é preciso retirar todos os fragmentos e restos de sujeira em água corrente. Dessa forma, a eficácia dos outros produtos limpantes será maior.

Após ter retirado todos os fragmentos de terra e sujeira, dissolva uma colher de bicarbonato de sódio em um litro de água e deixe as verduras nessa solução por cerca de 15 minutos. Em seguida, despeje a solução e lave novamente os alimentos em água corrente. Faça então uma solução de 1/4 de copo de limão, 1/4 de copo de vinagre branco e 1/4 de copo de água; borrife nos alimentos e deixe por cerca de cinco minutos antes de enxaguar novamente em água corrente.

Como funciona

O bicarbonato de sódio, de acordo com um estudo feito nos Estados Unidos, degrada alguns tipos de agrotóxicos, facilitando a remoção física na lavagem.

Como ressalta o médico e nutricionista Eric Slywitch, apesar de serem muitos os tipos de agrotóxicos existentes e cada um possuir características químicas específicas, no Brasil, como a maioria dos alimentos está contaminada com orgafosforados (agrotóxicos ácidos), as soluções alcalinas (como a solução de bicarbonato de sódio) são mais eficientes para a remoção desses contaminantes.

Entretanto, de acordo com o nutrólogo, o uso de ácidos como o vinagre é mais bem sucedido na remoção de outros tipos de agrotóxicos menos utilizados (os agrotóxicos alcalinos) do que quando colocados em solução de bicarbonato de sódio ou com água pura. Por isso é melhor fazer a imersão em solução alcalina (a solução de bicarbonato de sódio) e depois em ácida (a solução de vinagre e limão), de maneira que tanto os agrotóxicos que se degradam com soluções alcalinas quanto os que se degradam com soluções ácidas possam ser eliminados da superfície dos alimentos. Além do mais, o vinagre e o limão também servem para eliminar micro-organismos indesejados. Para saber mais sobre esse tema confira a matéria “Faça você mesmo: solução caseira que ajuda a eliminar bactérias das frutas e vegetais”.

É importante saber quais agrotóxicos estão presentes no alimentos.

Atualmente, a maioria dos consumidores brasileiros não sabe quais tipos de agrotóxicos estão presentes nos vegetais. O problema é que, para reduzir a presença desses agrotóxicos de maneira mais eficaz, além de saber como lavar verduras, é preciso saber também se os agrotóxicos são de base ácida ou alcalina. Isso porque, como afirma o toxicologista-chefe do Departamento de Toxicologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, se forem utilizadas soluções ácidas (como o vinagre) antes de serem aplicadas soluções básicas (como a solução de bicarbonato de sódio), os agrotóxicos ácidos podem até penetrar mais facilmente nos alimentos. Dessa forma, partindo do pressuposto de que a maioria dos alimentos está contaminada com agrotóxicos ácidos, o mais seguro é mergulhá-los primeiramente na solução de bicarbonato de sódio (para remover os agrotóxicos ácidos) e depois no vinagre (para remover os micro-organismos e outros agrotóxicos de composição alcalina).

Nem todo o agrotóxico é removido.

É importante ter em mente que lavar as verduras não elimina todo o agrotóxico presente nos alimentos. Isso porque existem agrotóxicos sistêmicos, aqueles que estão no interior das verduras. Parte da remoção é apenas em relação aos agrotóxicos que ficaram na superfície do produto.

Reduzir o consumo de carne e investir nos orgânicos é a melhor opção.

Tendo em vista que as carnes e seus derivados animais, como o leite, concentram maiores quantidade de agrotóxicos do que os alimentos vegetais e não podem ser lavados, é mais seguro reduzir esse tipo de alimento do cardápio do que apenas saber como lavar verduras. Junto com essa atitude, também é melhor investir nos alimentos orgânicos, aqueles que não possuem agrotóxicos.

Fonte: www.ecycle.com.br

Compartilhar