Telefone
São Paulo (11) 3191-5000

A OMA na mídia

Cuide do seu coração

Saiba como ficar longe dos riscos de infarto

1 – Alimentação equilibrada: Quanto mais optar por uma alimentação natural, livre de conservantes e compostos químicos, mais saudável se torna o seu organismo. Além disso, alguns alimentos são diretamente relacionados com o bem-estar cardíaco, tais como: aveia, azeite de oliva, salmão, atum, suco de uva integral, maçã e as oleaginosas. Esses alimentos são ricos em fibras alimentares que atuam no controle do colesterol e da pressão arterial, prevenindo as doenças cardiovasculares.

2 – Faça um check-up anualmente: Todos os exames são necessários, pelo menos uma vez no ano. E, dependendo da idade, esse espaço de tempo pode diminuir. Ter um acompanhamento médico é fundamental para ver o desenvolvimento do organismo no decorrer dos anos. Além disso, um check-up completo pode ajudar a descobrir doenças antes que o estado dela se agrave, facilitando o tratamento.

Segundo o cardiologista *Dr. Gabriel Dotta, o intervalo de tempo depende da condição ou estado de saúde de cada indivíduo bem como o histórico familiar: “O cardiologista determinará o tempo ideal de retorno, que pode variar entre meses ou algumas semanas. Após os 40 anos de idade, recomenda-se consulta anual”, explica o profissional.

3 – Pratique esportes: Uma caminhada leve, andar de bicicleta, natação… Dos esportes mais simples aos mais complexos e intensos, como o crossfit, por exemplo, qualquer atividade regular irá beneficiar a saúde do coração. Isso porque os exercícios físicos ajudam a controlar a frequência cardíaca, combatem a obesidade, também equilibram os níveis de colesterol no sangue e diminuem o estresse.

4 – Mantenha o peso ideal: Você sabe qual é o seu peso correto? Você pode descobrir calculando o seu IMC (Índice de Massa Corporal) e, aliado a isso, ter um acompanhamento profissional para formular as refeições de acordo com as suas necessidades. A obesidade está relacionada com a saúde do coração e deve ser combatida com uma alimentação saudável.

5 – Fique longe do cigarro e outras toxinas: Fumar é um hábito totalmente contrário à proposta de ser saudável, uma vez que o tabaco pode aumentar a pressão arterial e contribuir com o desenvolvimento das doenças cardiovasculares.

*Dr. Gabriel Dotta é cardiologista e especialista em medicina interna. Graduado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especialista em medicina interna/clínica médica (SES/SC) e especialista em cardiologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Mestrado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – CRM-SP 172.476 / site para contato: www.drgabrieldotta.com.br

Fonte: www.conquistesuavida.com.br

Compartilhar