Telefone
São Paulo (11) 3191-5000
Ribeirão Preto (16) 3441-1189

A OMA na mídia

Entenda o que é amortização de financiamento imobiliário

Não é novidade para ninguém que o sonho da casa própria exige muito planejamento e organização. Afinal, os imóveis estão cada vez mais valorizados, principalmente, nas grandes cidades. Neste cenário, o investidor deve ter como uma de suas metas a amortização de financiamento imobiliário, que reduz o valor da dívida com a antecipação do pagamento de parcelas.

Ao optar por um empréstimo para comprar um imóvel, é muito importante verificar se o valor das parcelas não vai comprometer o orçamento familiar de forma significativa. Em geral, as instituições financeiras possibilitam fazer simulações que permitem ao cliente analisar a viabilidade do negócio.

Neste post, serão abordadas as formas mais utilizadas de amortizar as parcelas para concretizar a aquisição do imóvel. Confira:

Procure reduzir o prazo

Imagine que você fez um financiamento e pretende quitá-lo em 180 meses. Nesta situação, uma boa alternativa para comprar a casa própria é diminuir o tempo para pagar as parcelas com mais tranquilidade.

Esta medida é recomendada, porque os juros têm relação direta com o saldo devedor (valor que o cliente deve ao banco). Outro aspecto importante é que quanto mais tempo demorar para pagar as prestações, mais juros nelas serão cobrados.

Ao antecipar o pagamento das parcelas, fica mais rápido quitar o financiamento. Esta ação também evita pagar a taxa de serviços administrativos que seria cobrada nas prestações a serem quitadas.

O investidor ainda tem redução nos valores dos seguros por Danos Físicos ao Imóvel (DFI) e Morte e Invalidez Permanente (MIP) que acabam embutidos nas parcelas com pagamento antecipado. Tenha a convicção de que juntar dinheiro para comprar o imóvel é um excelente negócio.

Pense em reduzir o valor das parcelas

Com a inflação, as despesas acabam aumentando além do previsto. Para constatar esta situação, basta somente ir a um supermercado. Neste panorama, é interessante analisar a possibilidade de reduzir o valor das parcelas do financiamento.

É uma medida interessante para os que precisam de uma folga urgente no orçamento. Por exemplo, imagine que você está pagando prestações de R$ 1.800,00 por mês. Com a amortização, você reduz esse valor para R$ 1.500,00 mensais.

Num momento de instabilidade econômica, diminuir as despesas de maneira imediata é uma ação que contribui bastante para pagar as contas com menos dificuldade.

Principalmente para os que vão comprar o primeiro imóvel, é essencial ter muito cuidado com os procedimentos adotados para a aquisição.

Use o FGTS na amortização de financiamento imobiliário

Também é recomendado usar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) a cada dois anos para antecipar o pagamento das prestações. Porém, é necessário cuidado ao utilizá-lo, pois funciona como se fosse um seguro nos casos de demissão sem justa causa.

Levando em consideração o aspecto financeiro, usar o FGTS para diminuir o saldo devedor é uma excelente iniciativa. Isso porque o fundo tem um rendimento de apenas 3% ao ano mais a TR.

Atualmente, o FGTS acaba perdendo para a inflação. Este cenário favorece usá-lo para quitar o financiamento. Contudo, é indicado ter uma boa reserva para cobrir, pelo menos, seis meses de despesas. A medida ajuda a minimizar os problemas financeiros em caso de demissão, por exemplo.

A amortização de financiamento imobiliário pode ser feita diversas vezes. Os bancos são proibidos de negar qualquer pagamento antecipado.

Fonte: Precon

Compartilhar