Telefone
São Paulo (11) 3191-5000
Ribeirão Preto (16) 3441-1189

A OMA na mídia

Limpeza da caixa d’água deve ser periódica

É imprescindível que a caixa d’água do condomínio seja mantida limpa e a água própria para consumo. Segundo especialistas e algumas leis municipais (como em São Paulo, por exemplo) é necessário que a caixa seja limpada duas vezes por ano, ou seja, a cada seis meses.

Por ser compartilhada por um grande número de pessoas, a caixa d’água do condomínio precisa ter a manutenção em dia. Estima-se que um grande número de doenças causadas por germes e bactérias estejam ligadas ao consumo de água contaminada, e esse é um dos principais motivos para manter a caixa sempre limpinha.

A limpeza é bem simples, mas é necessário que seja contratada uma empresa para isso, com profissionais capacitados. Importante: Não esqueça de verificar se a empresa tem o alvará da Vigilância Sanitária.

O síndico e ou zelador devem acompanhar todo o processo e comunicar os condôminos sobre a manutenção. Se o condomínio mantém dois reservatórios, por exemplo, o abastecimento continua normal, mas caso precise ser interrompido essa informação deve chegar junto com o comunicado até os moradores para que se programem quanto ao consumo.

Também é interessante fazer o teste de potabilidade da água consumida no condomínio. Trata-se de uma análise laboratorial para identificar a presença de organismos nocivos aos seres humanos e o PH da água. Há vários laboratórios especializados, muitas vezes a própria empresa que faz a limpeza oferece esse serviço.

 

Fonte: www.portal.brcondos.com.br

 

Compartilhar