Telefone
São Paulo (11) 3191-5000
Ribeirão Preto (16) 3441-1189

A OMA na mídia

Mora de aluguel e quer reformar o apartamento? Veja o que você pode e não pode fazer!

Uma dúvida que volta e meia surge para quem mora de aluguel é: posso realizar reformas? Instalar armários? Mudar a cor das paredes? Ao contrário de um apartamento comprado, você precisa tomar cuidado para não ir contra o contrato e sofrer prejuízos. Para te ajudar com isso, preparamos essas dicas simples:

Reformas estruturais (elétrica e hidráulica)

Se seu imóvel apresentar falhas na parte elétrica ou vazamentos, a responsabilidade pelos reparos é do proprietário. Comunique a ele e aguarde a solução.

Armários e prateleiras

Contratos de locação em geral exigem que o apartamento seja devolvido da mesma forma em que estava quando foi entregue. Por isso, caso você queira fazer modificações que irão implicar em furar paredes, como instalar armários ou prateleiras, é importante receber a autorização do proprietário primeiro – de preferência, por escrito para evitar problemas depois.

Dependendo da situação, você também pode se responsabilizar por retirar o móvel instalado e reparar a parede quando o contrato terminar.

Modificações nos pisos e paredes

Enjoou do piso ou quer quebrar a parede para instalar um ar condicionado? No caso de modificações mais drásticas, não tem jeito: você vai precisar da autorização do proprietário antes mesmo de começar. E ele não é obrigado a concordar, então se você quiser muito realizar a reforma, pode acabar sendo melhor optar por procurar outro imóvel após o final do contrato.

Danos causados por você

Nesse caso é bem claro: caso você tenha danificado o imóvel de qualquer forma, é sua responsabilidade providenciar os reparos. Dependendo do caso, para danos menores, você pode esperar até o final do contrato, mas vai ter que entregar o imóvel da mesma forma que recebeu, o que vai implicar em pintar as paredes, tapar buracos de quadros etc.

Sempre consulte o contrato

Independente do que ocorrer, sempre tenha o contrato à mão e observe as cláusulas que envolvem reformas. Também é importante registrar a vistoria que detalha a forma como o imóvel foi recebido, pois é assim que ele deverá ser entregue ao final do contrato – salvo em casos de reformas ou modificações acertadas entre proprietário e locatário.

Fonte: Netimóveis

Compartilhar