Telefone
São Paulo (11) 3191-5000
Ribeirão Preto (16) 3441-1189

A OMA na mídia

Pesquisa mostra as características dos imóveis mais desejados para compra no Brasil

Amplo estudo contempla 30 municípios

Com o objetivo de trazer informações detalhadas sobre cada município, a companhia mapeou o perfil dos usuários, dispositivos utilizados para acessar o site, imóvel desejado – número de dormitórios, área privativa, vagas e bairros – e ranking de preço por m² por bairro.

Com este levantamento, desenvolvido pela área de Inteligência de Mercado do ZAP, são disponibilizados oito relatórios que analisam os mercados das regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste, além de um perfil detalhado sobre o Estado de São Paulo (dividido pela região metropolitana, interior e litoral). Ao todo, a pesquisa mostra as características de apartamentos usados mais desejados em 30 cidades diferentes.

Com os números levantados, conseguimos perceber que as pessoas que estão procurando um imóvel para comprar no País, tem em média 38 anos, e a maioria são mulheres, representando 59% das buscas. Além disso, é possível notar que 58% dos usuários que acessam o ZAP utilizam o Mobile. Dentre as capitas que foram analisadas, vemos que Fortaleza é a que tem o maior percentual, representando 74% dos acessos. Em contrapartida, Florianópolis conta com 50%.

Ainda de acordo com os dados levantados, notamos que as características como número de dormitórios e vagas de garagem estão entre os itens que mais são levados em conta na hora de comprar um imóvel. Dentre os mais buscados em todo o Brasil, percebemos que são imóveis com dois e três dormitórios (81%) e uma vaga de garagem (70%).

Fazendo uma análise mais profunda das capitais pesquisadas, podemos afirmar que Recife é que a tem menor demanda por imóveis com dois dormitórios, representando 28%, enquanto Natal é a que possui maior percentual, 57%.

Além disso, no amplo estudo realizado, vemos que Rio de Janeiro é a capital com o preço médio por m² mais caro, em torno de R$ 10 mil. São Paulo e Brasília ocupam a segunda e terceira posição, com uma média de R$ 8.500 o m². Em seguida, aparece no ranking Belo Horizonte, Fortaleza e Florianópolis, onde os preços médios estão em torno de R$ 6.000/m².

(Foto: Noelly Capovilla/ZAP em Casa)

Se fizermos uma comparação, entre o m² mais caro (Rio de Janeiro), com o mais barato, Goiânia, podemos perceber que o m² na capital carioca é quase três vezes mais caro que em Goiânia.

Ainda com base nos dados divulgados, podemos ver que a região que mais busca imóveis com até 90m² é a região Sul, representando 76% das buscas. Já a região Sudeste é que menos busca um imóvel com essa metragem.

Além disso, a pesquisa mostrou que nos dados coletados e analisados, percebemos que dentre as capitais analisadas, somente Brasília conta com os mesmos bairros mais caros e mais desejados. Sendo que, dentre os cinco mais buscados e mais caros, o Setor Noroeste tem o preço médio do m² em torno de R$ 9.913, e o mais barato é o Lago Norte, onde o preço médio do m² está em torno de R$ 8.088. Já na região Sudeste, os bairros mais caros, Vila Nova Conceição, não é necessariamente o mais buscado.

Fonte: ZAP em Casa

Compartilhar