Telefone
São Paulo (11) 3191-5000
Ribeirão Preto (16) 3441-1189

A OMA na mídia

Planejar locação de imóvel novo em 2017 requer cuidados

Interessado deve analisar ofertas com antecedência, pesquisar preços e estar atento à documentação

 

Início do ano é a data preferida por grande parte das pessoas para sair em busca de um novo lar. Tradicionalmente em janeiro aumenta a procura por interessados em alugar imóveis na cidade de São Paulo, em razão de universitários que vêm estudar em faculdades paulistanas e da transferência de profissionais para empresas da capital paulistas.
Quem vai aproveitar o período de férias para procurar um imóvel para alugar em 2017 deve fazer um bom planejamento para conseguir o melhor negócio.

“O momento é muito bom para quem deseja alugar imóveis. Há uma boa gama de ofertas e os proprietários estão mais flexíveis na negociação de preços e prazos”, diz Roseli Hernandes, diretora de Locação da Lello Imóveis, imobiliária e administradora paulistana.

O primeiro passo  é delimitar as áreas de preferência em um ou dois bairros, para facilitar a pesquisa. Para isso é fundamental verificar as opções de acesso, transporte e serviços essenciais como supermercados, padarias, farmácias, academias e escolas próximas aos locais desejados.

Também é importante que o futuro inquilino defina uma faixa de preço de aluguel, incluindo os encargos como IPTU e condomínio, que está disposto a pagar. Roseli alerta que esse valor não pode comprometer mais do que 30% da renda líquida mensal do interessado. “Esse é o limite ideal para que o inquilino possa arcar tranquilamente com as despesas da locação durante os 30 meses de vigência do contrato”, afirma.

Ainda em relação ao aluguel, explica Roseli, o candidato a inquilino deve solicitar a imobiliária uma boa pesquisa, pois os valores variam bastante. “Há unidades de padrões similares numa mesma rua que possuem preços diferentes, dependendo do estado de conservação ou mesmo da proximidade com terminais de ônibus ou estações de metrô”, explica.

Antes de assinar o contrato a imobiliária deve providenciar uma vistoria no imóvel, determinando seu estado de conservação. Dessa forma é possível determinar a responsabilidade de cada um no reparo de eventuais danos. O inquilino deve estudar com a imobiliária qual garantia se enquadra ao seu perfil. Atualmente as opções de garantia são fiador, seguro-fiança, caução e título de capitalização.

Por fim, orienta Roseli, o candidato a inquilino deve estar atento à documentação que precisará reunir para efetivar o contrato de locação.

 

Fonte: Zap em Casa

 

Compartilhar