Telefone
São Paulo (11) 3191-5000

A OMA na mídia

Studio tem espaço pequeno e integrado, ideal para solteiros

Os studios viraram febre, principalmente nas grandes cidades, como São Paulo. São uma alternativa de construção para jovens que querem viver sozinhos, sair da casa dos pais, ou que vão morar em outras cidades para estudar. Casais que não se importam com pouco espaço e preferem a simplicidade também optam pelo modelo.

Studios são uma boa escolha para quem busca funcionalidade (Foto: Shutterstock)

 

Em geral, os studios são formados por quarto, cozinha e banheiro. Quase não têm paredes para não perder espaço. São imóveis pequenos, com ambientes integrados (exceção do banheiro), otimizando espaço.

As metragens variam, em média, entre 20 e 30 metros quadrados, mas já construtoras com projetos entre 10 e 20 metros quadrados, muitas vezes excluindo a cozinha. Um vantagem, sem dúvida, é o preço. Pode custar menos de R$ 100 mil dependo da área total e localização.

“E a praticidade que esse imóvel traz. Principalmente para quem usa apenas como dormitório, quase não fica nele. É prático para limpar, para manter”, explica a designer de interiores Adriana Fontana.

Quartos integrados à sala ou à cozinha otimizam espaço (Foto: Arq. Adriana Fontana)

 

Ela lembra que muitos prédios novos com studios criaram espaços coletivos, como lavanderias, que todos os condôminos podem usar. “Os studios são bem rentáveis para investidores, pois é um modelo em crescimento, possui futuro promissor”.

Morar em studio exige criatividade e desapego de grandes espaços (Foto: Shutterstock)

 

A desvantagem é para quem gosta de receber visitas e para casais com filhos: o tamanho não comporta. “Mas morar num espaço compacto não significa abrir mão de conforto e qualidade de vida. Com criatividade, bom uso da marcenaria e foco no aproveitamento máximo de cada área, é possível atender aos desejos dos moradores”, diz Adriana.

Fonte: revista.zapimoveis.com.br

Compartilhar